Resolvido mistério sobre livros perdidos de Holmes

Condensado de BBC News, 14/02/2001
Tradução: Mundo Sherlock

Basil Rathbone e Nigel Bruce interpretando Holmes e Watson

Basil Rathbone e Nigel Bruce interpretando Holmes e Watson

A polícia lançou uma procura internacional por livros de Sir Arthur Conan Doyle quando foi informada do desaparecimento pelos seus filhos em 1946, de acordo com documentos da Polícia Metropolita de Londres, tornados públicos na quarta-feira.

Denis e Adrian Conan Doyle chamaram a polícia para investigar o caso quando os livros foram removidos da coleção, de acordo com um relatório de 1946 do Inspetor T Symes.

“Os filhos estão de acordo que seu pai não teria se desfeito dos livros antes de sua morte e eles não têm, desde então, autorizado qualquer disposição legal,” disse o Inspetor Symes.

Fato ignorado pelos filhos, o autor de Sherlock Holmes havia, de fato, vendido os livros em leilão 16 anos antes de sua morte.

O assunto foi informado à polícia após os irmãos terem visto um artigo que afirmava que vários dos volumes mais espetaculares estavam sendo exibidos em uma agremiação da altamente respeitável companhia americana Rosenbach Company.

O FBI foi contactado e a companhia disse que eles haviam comprado os livros na Sotheby’s, de Londres, em 18 de junho de 1930, menos de um mês antes da morte de Sir Arthur.

A Polícia Metropolitana confirmou, então, que os livros haviam sido colocados à venda pelo próprio Sir Arthur.

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s