Primeiro romance de Conan Doyle é exposto em Londres

Condensado de UOL, 02/12/2004
via EFE

Londres, 2 dez (EFE).- O romance de estréia do escritor escocês Sir Arthur Conan Doyle, que não chegou a ser publicada devido à perda do manuscrito original, está exposta ao público pela primeira vez a partir desta quinta-feira na British Library de Londres.

Trata-se de uma cópia de “The Narrative of John Smith”, que a filha do criador de Sherlock Holmes deixou, com mais 900 documentos, para a British Library em 1997. O original foi extraviado pelo correio, como contava o próprio escritor.

Conan Doyle (1859-1930) chegou a afirmar que sua surpresa pelo desaparecimento de seu primeiro livro não era nada comparada com o “horror” que sentiria caso ele reaparecesse.

O romance, escrito em meados de 1880, é de “uma natureza pessoal, social, política”, segundo o próprio escritor, que sempre pareceu aliviado por seu extravio: “Se tivesse aparecido, eu teria me visto como alguém infame, beirando perigosamente a difamação”.

Além de “The Narrative of John Smith”, a British Library mostra, até 31 de janeiro, outros documentos do produtivo escritor, como notas pessoais e correspondências, que refletem a paixão de Conan Doyle pelo espiritismo e pelos fenômenos paranormais.

Esse post foi publicado em Livros e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s