A Terra da Bruma marca conversão de sir Arthur Conan Doyle ao espiritismo

Condensado de Livraria da Folha, 20/10/2014

Sir Arthur Conan Doyle já conhecia o gosto da fama quando decidiu criar um personagem tão peculiar quanto Sherlock Holmes. A Terra da Bruma traz o cético professor George Edward Challenger, um homem com exímias habilidades de observação e inteligência dedutiva que, assim como o famoso detetive, só acredita naquilo que consegue ver.

Edição comentada e ilustrada traz dois contos no apêndice (Divulgação)

Edição comentada e ilustrada traz dois contos no apêndice (Divulgação)

O livro é o terceiro da série protagonizada pelo personagem e recebe tradução inédita no Brasil. Nesta aventura, o professor aparece pouco e deixa Enid, sua filha, e o jornalista Edward Malone no lugar de destaque.

Em A Terra da Bruma, tudo aquilo em que Challenger acredita é desafiado por estranhos fenômenos sobrenaturais que escapam à compreensão da lógica. A obra questiona o universo que o personagem conhece e marca a conversão do autor para o espiritismo.

Abalado por uma série de infelizes acontecimentos, como o falecimento de sua mulher, em 1906, e a perda de seu filho, Kingsley, durante a Primeira Guerra Mundial, Doyle entrou em depressão. Com o impacto, o autor passou a se dedicar a mudanças religiosas que experimentava desde 1880, o que o aproximou cada vez mais do espiritismo.

Nos anos seguintes, Doyle escreveu alguns estudos a respeito: em 1919, publicou A Mensagem Vital e, em 1921, Devaneios de um Espírita.

Sua fé na vida após a morte se evidencia em A Terra da Bruma. Se nos dois primeiros livros da série, O Mundo Perdido e A Nuvem da Morte, o professor Challenger é um homem convicto de sua habilidade lógica, neste livro ele é obrigado a analisar de perto os limites entre ciência e religião e aceitar que a morte pode não ser a fronteira final.

A Terra da Bruma
Autor: Arthur Conan Doyle
Editora: Zahar

Anúncios
Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s